Arquivo da categoria: Furto e roubo de Motos

Jornal do SBT mostra explosão de casos de roubo a moto em 2016

sbt_brasil_2011

O Jornal do SBT exibiu reportagem sobre o impressionante aumento dos casos de roubo a motos no Brasil.

O número de assaltos cresceu 65% em 2016 em comparação com o ano passado.

Veja a matéria: http://www.sbt.com.br/jornalismo/sbtbrasil/noticias/80560/Motos-de-luxo-viram-objeto-de-desejo-dos-assaltantes.html

A melhor maneira de proteger sua moto, de qualquer modelo ou cilindrada, é instalar um rastreador Carsystem.

Clique neste link e adquira o seu em condições especiais: http://www.carsystem.com/blog/

 

Corte de 35% no investimento afeta segurança no RJ. Roubos disparam

rio-de-janeiro-vacation-344757_1280

Reportagem do Jornal da Band mostra que o setor de segurança pública teve corte de 35% no orçamento do Estado do Rio de Janeiro. Enquanto isso, aumentam todos os índices de violência na capital.

Veja a reportagem: http://videohd4.mais.uol.com.br/15806056.mp4?ver=1&r=http://mais.uol.com.br

Print jornal band

 

Proteja-se dessa onda de assaltos com a Carsystem: www.carsystem.com

 

9 dicas que podem salvar a sua vida em caso de assalto

Ter um rastreador  CarSystem em seu carro ou moto é sinônimo de tranquilidade, já que é alto o nosso índice de recuperação de veículos. Mas muita gente fica apavorada em caso de assalto e o que poderia ser apenas uma perda material, acaba se transformando em tragédia. O Dr. Segurança, Jorge Lordello, explica 9 dicas que podem salvar a vida da vítima nessas situações.

1) No momento em que o bandido tira o revolver da cintura ou anuncia verbalmente o assalto, a vitima não deve tentar fugir, correndo ou acelerando moto ou carro. Nesses casos normalmente o marginal faz um disparo na direção da vitima que tenta evadir-se.

2) Jamais reaja, pois 80% das vítimas que tentaram impedir um assalto foram baleadas.

3) Não realize movimentos bruscos, pois o criminoso pode imaginar que você esta esboçando uma reação ou tentando pegar uma arma de fogo.

4) Iniciado o roubo permaneça imóvel, mostrando sempre as mãos e siga as determinações do bandido.

5) Antes de realizar qualquer movimento (principalmente com as mãos) avise verbalmente o marginal para que ele não leve um susto e acabe acionando o gatilho do revolver.

6) Após anunciar o movimento que pretende realizar, faça-os de maneira lenta, sem afobação.

7) Não olhe para os olhos do marginal, pois isso pode irritá-lo, tornando-o ainda mais tenso.

8) Não tente negociar bens num momento tão crítico e perigoso. Pense somente na sua integridade física e mental e por isso entregue todos os pertences que o marginal ordenar.

9) Mesmo que você tenha certeza que o ladrão possui uma arma de brinquedo, não tente dominá-lo, pois eles sempre estão acompanhados e o comparsa pode te ferir pelas costas.

Polícia de São Paulo apreende 1 milhão de peças de motos roubadas

Operação da Polícia Civil  de São Paulo fez uma operação que resultou na apreensão de 1 milhão de peças de motocicletas sem comprovação de origem, avaliadas em mais de R$ 6 milhões. Os responsáveis pelas três lojas na rua dos Gusmões, na região central da cidade de São Paulo, foram presos em flagrante.

“Essas lojas cheiram a sangue, pois essas peças são resultado de latrocínios cometidos para se roubar motocicletas. Nós temos aqui quadros de motocicletas já desmanchados, com o número do chassi já raspados”, disse o secretário. Ele afirmou que os demais comércios da região também serão investigados e a fiscalização aos locais será feita com a participação do Corpo de Bombeiros, que irá verificar se os imóveis oferecem condições de segurança para funcionar e se têm AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros).

O secretário explicou que a operação tem dois objetivos. O primeiro, segundo ele, é evitar a continuidade dos roubos. “Ao atacar o receptador, dificulta-se as vendas. E pegando o receptador, a investigação continua para pegar a quadrilha que rouba”.

O segundo ponto, de acordo com Alexandre, é que as apreensões fazem com que as quadrilhas fiquem sem dinheiro. O secretário explicou que a ideia é cada vez mais intensificar a investigação e as operações. “O mais importante é identificar os roubadores que vendiam para os receptadores”.

Os locais foram interditados administrativamente pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e serão lacrados pela Prefeitura de São Paulo.

Desde julho do ano passado, a Operação Desmanche, criada pelo Governo, combate as vendas irregulares de veículos e peças usadas e, consequentemente, o roubo e o furto de veículos. Em 2014, a operação fiscalizou 999 estabelecimentos e interditou 503 locais por irregularidades.

 

Férias: Veículos são principal alvo de ladrões em cidades praianas

Para passar o verão em alguma praia brasileira, o turista terá de redobrar o cuidado com o carro.
O furto ou o roubo de veículos são as ocorrências policiais que mais crescem na maioria das principais cidades litorâneas do país.
Logo a seguir, aparecem os furtos a turistas. Em números absolutos, eles vencem todas as demais ocorrências. Também preocupam as autoridades, principalmente por causa da distração dos turistas, o que facilita o roubo.
A tendência de crimes contra veículos está tão consolidada que, na Baixada Santista (SP), a polícia vai montar uma operação especial só para conter esse tipo de crime e inverter o aumento verificado nas últimas temporadas.
De 16 cidades de praia selecionadas pela Folha no Brasil, 6 têm no furto ou roubo de carro o crime que mais alerta as autoridades locais, em qualquer período do ano -seja pela quantidade, seja pelo aumento.
Guarujá, no litoral de SP, é a campeã de crescimento dos crimes contra veículos. Foram 26 registros no verão 96/97 e 103 no de 97/98 -um aumento de 296,5%.
“Há muitos casais que ficam dentro dos carros, em locais pouco iluminados, e motoristas que deixam a chave no contato e abandonam o carro. Isso tem de ser evitado”, diz o delegado regional da Polícia Civil em Santos, Anivaldo Registro.
No Rio, a média mensal desses tipos de crime passou de 2.398 em 97 para 2.567 em 98 (dados até julho). A Secretaria da Segurança Pública não dispõe de dados mensais de 97, mas o total de registros aumenta a cada mês.
A capital catarinense é outra que se encaixa nesse perfil. Foram 128 furtos ou roubos de veículos em outubro de 97 e 162 em outubro deste ano.
Segundo o delegado Adalberto Safanelli, os locais em que ocorrem mais furtos são próximos às praias e aos morros de Florianópolis. “O turista vai para a praia, esquece tudo e acaba sendo roubado ou furtado”, disse.
Entre as dicas dadas pelo delegado estão: dirigir com vidros fechados, nunca deixar a chave no contato do carro, estacionar em locais movimentados e iluminados, não dar carona a estranhos, fazer seguro do veículo e nunca reagir em caso de assalto. “Prevenir é mais barato”, diz Safanelli.

Fonte: Folha de São Paulo

SBT Brasil mostra Car System como aliada dos motociclistas

O telejornal SBT Brasil exibiu uma série de reportagens sobre roubos de motos em São Paulo.

Foram abordados aspectos como o medo dos motociclistas, a queda nas vendas e o altíssimo preço do seguro.

A matéria mostrou o livre comércio de peças de origem duvidosa, no Centro de São Paulo, onde é possível encontrar componentes de motos de todos os tipos, das populares às importadas.

Isso faz com que as seguradoras não aceitem fazer apólices para vários modelos de motocicletas.

O rastreamento torna-se a principal forma de proteção para os donos de motos.

O presidente da Car System, José Melo, foi um dos entrevistados. Assista:

http://www.sbt.com.br/jornalismo/noticias/46387/Roubo-de-motos-atrapalha-mercado.html#.VGJbIvnF9cx

 

 

Bandidos roubam motos, carros e caminhões no Rodoanel, em São Paulo

Rodoanel é local de ação de bandidos

Os motoristas que trafegam pelo Rodoanel Mario Covas, em São Paulo, estão assustados com o número de assaltos. Os ladrões, em sua maioria menores de idade, escondidos sobre os viadutos, jogam grandes pedras nos para-brisas de automóveis e caminhões, para fazer com que os motoristas parem no acostamento. Enquanto a vítima verifica os danos no carro, os bandidos anunciam o assalto.

Os  pontos mais perigosos são os que têm pouca iluminação e aqueles em que os motoristas são obrigados a reduzir a velocidade, como os próximos a radares e praças de pedágio. É o caso da região do pedágio ao lado da Avenida Jacú-Pêssego, na zona leste de São Paulo, onde ocorrem grande parte dos roubos.

Os motociclistas também são alvos dos bandidos, mas em outra modalidade de assalto. Comboios de até vinte motos pilotadas por ladrões saem das trilhas ao lado do Rodoanel para perseguir e roubar os alvos escolhidos.

Nesses casos, a polícia recomenda que a vítima não reaja. Importante ter equipamentos da CARSYSTEM em seu veículo.

Com isso, a chance de recuperar seu patrimônio é bem maior.

Andar de moto, na zona leste, às sextas-feiras, é situação de maior perigo em SP

A CARSYSTEM, líder nacional em rastreamento e bloqueio de veículos, elabora mensalmente um levantamento de furto e roubo na região metropolitana de São Paulo.

A estatística é baseada nas ocorrências geradas na base dos cerca de 150 mil veículos que contam com o equipamento da empresa.

Os dados de agosto apontam dados interessantes, que servem de parâmetro para todos os proprietários de motos, automóveis e utilitários.

O primeiro apontamento que chama a atenção é que 72% das ocorrências na grande São Paulo são de roubos à mão armada, enquanto 28% são de furtos (quando o crime ocorre na ausência do motorista).

Outro dado importante: a Zona Leste de São Paulo lidera, com folga, o índice de furtos e roubos de veículos na capital paulista.

Em agosto, a região respondeu por 43% do total de casos na cidade, seguida pelas zonas Sul, com 23%; Oeste, com 20% e Norte, com 10%. Contrariando a percepção de que o Centro da cidade seria uma região violenta, a área foi a que teve menor índice de sinistros: apenas 4% dos casos.

Os motociclistas são os alvos preferidos dos ladrões.

Oito em cada dez casos de furtos e roubos em São Paulo envolvem motos (82% dos casos), seguido de carros, com 15% e utilitários com 3% do total.

Domingo e sexta-feira, com 17% do total de casos cada um, foram os dias da semana em agosto com o maior número de ocorrências;  segunda-feira o dia com menos assaltos: 11% do total.

Roubos de Veículos disparam em Ribeirão Preto – SP

O roubo de veículos é a principal pedra no sapato da polícia de Ribeirão Preto. Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) mostram que, de janeiro a julho deste ano, o número de ocorrências foi 61% maior do que no mesmo período do ano passado.

Para efeito de comparação, o total registrado até o mês passado é quase o mesmo do verificado entre janeiro e novembro de 2013. A cada dois dias, nove vítimas perdem o veículo mediante grave ameaça de criminosos.

Somando roubos e furtos, 2,7 mil veículos foram levados por criminosos até o mês passado. Apenas dois em cada cinco deles foram recuperados (40%). No ano passado, metade dos 2,3 mil tiveram comunicação oficial de retorno ao proprietário.

De acordo com as estatísticas da SSP, os crimes contra a vida (homicídios e latrocínios) tiveram queda este ano em relação ao anterior. Já os praticados contra o patrimônio (roubos e furtos) aumentaram.

A situação é semelhante na região do Deinter 3 (Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior). Excluindo Ribeirão Preto, os outros 92 municípios que compõem o departamento apresentaram aumento de 42% nos roubos a veículos entre janeiro e julho em comparação com o mesmo período do ano passado.

A CARSYSTEM está abrindo franquias nas principais cidades do Brasil, como é o caso de Ribeirão Preto, para possibilitar aos proprietários de veículos dessas regiões a mesma proteção que a empresa oferece em outras praças, desde 2001.

Fonte: Jornal a Cidade

 

10 dicas de ouro para proteger sua moto dos ladrões

A motocicleta é um dos bens mais roubados e furtados no Brasil. Veja as 10 regras de ouro para se proteger e não ser vítima dos ladrões.

1) Evite ao máximo rodar com sua moto à noite, principalmente nas chamadas “altas horas”. A incidência de crimes nesses horários é praticamente o dobro.

2) Pilote concentrado, atento ao movimento de pedestres e de outras motos, principalmente as que têm dois ocupantes. Os ladrões preferem as vítimas que estejam distraídas.

3) Não estacione sua moto em ruas desertas, ermas ou escuras. Opte por parar em rua mais movimentada, mesmo que seja mais distante do local aonde você vai.

4) Esteja sempre atento ao retrovisor, para visualizar com antecedência motos suspeitas, com dois ocupantes. Se desconfiar, não hesite em parar em local seguro, como um posto de gasolina, por exemplo.

5) Na garagem, sempre esconda sua moto da visão dos transeuntes. Se isso não for possível, cubra-a com capa.

6) Nos finais de semana os ladrões também agem. Sempre que possível, organize passeios em grupo. Isso protege a todos, já que é muito raro que o assalto a grupos de motociclistas.

7) Seja discreto. Capacetes e trajes caros e chamativos aumentam a chance de o ladrão “perceber” o que você pilota.

8) Varie os seus caminhos. Fazer sempre o mesmo trajeto faz com que o ladrão mapeie o melhor trecho e horário para praticar o assalto.

9) Se o assalto for anunciado, não reaja. A maior parte das vítimas fatais em casos de roubo tentou reagir.

10) Instale um bloqueador ou rastreador Carsystem. Você terá grande chance de recuperar sua moto em caso de furto ou roubo e, se o assalto ocorrer, ficará mais tranquilo com essa possibilidade.