Arquivo da categoria: segurança

Corte de 35% no investimento afeta segurança no RJ. Roubos disparam

rio-de-janeiro-vacation-344757_1280

Reportagem do Jornal da Band mostra que o setor de segurança pública teve corte de 35% no orçamento do Estado do Rio de Janeiro. Enquanto isso, aumentam todos os índices de violência na capital.

Veja a reportagem: http://videohd4.mais.uol.com.br/15806056.mp4?ver=1&r=http://mais.uol.com.br

Print jornal band

 

Proteja-se dessa onda de assaltos com a Carsystem: www.carsystem.com

 

Confira dicas para evitar que roubem sua moto

motorcycle-312405_640 (1)

O Blog Carsystem quer que você e sua moto estejam em segurança. Veja estas dicas importantes de Luis Sucupira, do portal Moto on Line :

1. Nunca se esqueça de travar o guidão; esta é a medida mais básica e que não exige esforço nenhum, mas muitas vezes é esquecida. Com a moto desligada, mas sem a o guidão travado, qualquer um a pode levar sua moto empurrando.

2. Lembre-se de retirar as chaves! Tem muita gente que desce da moto e acha que por estar bem perto dela ninguém vai mexer. Isso sem falar nos esquecidos de plantão. É muito comum estacionar a moto, retirar as chaves da ignição, abrir o compartimento traseiro para guardar as luvas ou retirar a carteira e esquecer as chaves ali. Não existe nada melhor do que isso para facilitar o trabalho dos ladrões.

3. Quando sair à noite e deixar sua moto estacionada na rua, mantenha sempre um olho na sua moto. Certifique-se, de vez em quando, se tem gente rondando sua moto. Quando voltar para casa fique de olho em veículos suspeitos que possam estar te seguindo. Se perceber algo estranho siga para uma delegacia mais próxima ou posto da PM. Comunique o fato e espere um pouco para voltar a rodar. E faça um caminho diferente.

4. Procure sempre guardar a moto em garagem (ainda que por pouco tempo). Fica mais protegida e evita atrair olhares alheios. Use  equipamento anti-roubo e cubra a moto com uma capa. Se não tiver alternativa que não seja deixá-la na rua, tome todas as precauções possíveis. Uma dica é remover ou desligar o sensor que fica na embreagem e que só liga a moto se o manete for acionado. Um amigo meu quase teve a moto roubada e não aconteceu por que na pressa, os ladrões não se tocaram disso e, logo em seguida, desistiram de tentar levar a moto.

Outra dica é nunca andar na cidade com tanque cheio. Alarmes com sensores de proximidade devem ser regulados para dar tempo de você se esconder dos ladrões. Dois minutos são o bastante para que a moto corte a ignição, isso vai dar tempo de você procurar um local seguro e chamar a polícia. Nunca vá você sozinho atrás da sua moto. Espere a ajuda da polícia.

5. Alarmes, cadeados, correntes e outros equipamentos para evitar o roubo da sua moto são sempre muito bem vindos.

6. Sempre que viajar e tiver de deixar a moto na rua, como num hotel, procure sempre uma zona com câmeras de vigilância. Se puder, ao fazer sua reserva, pergunte se existe estacionamento coberto e interno para motos. Se não existir, procure outro hotel. Ou vá de carro. Não vale a pena arriscar.

7. Tenha cuidado ao revelar informações que possam levar à descobrirem o seu endereço, especialmente na internet. Hoje em dia a participação em fóruns é muito comum e muitas vezes não lembramos que nunca sabemos quem está no outro lado. Com a febre dos vídeos dos últimos tempos, é muito frequente, por exemplo, ver  posts de vídeos onde os mesmos iniciam ou terminam na casa do motociclista. É sopa no mel. Você ensina ao ladrão o caminho para ele chegar na sua casa. Já pensou nisso?

8. Se for vender a moto seja muito cauteloso com o possível comprador. Muitos roubos têm origem em falsos compradores com identidades falsas. Meu pai perdeu uma moto assim. Era uma 50cc, mas era uma moto. Procure obter o máximo de informação possível sobre a pessoa em questão. Apenas mude o registro de propriedade depois de ter o dinheiro na mão ou a confirmação do banco de que já está na sua conta. Nada de voltas de teste para quem não conhece. Perca o negócio, mas não perca a moto.

E o mais importante: Nunca reaja a um assalto. Não arranque com a moto. Com um rastreador Carsystem você fica tranquilo e recupera sua moto.

Seja um franqueado Carsystem. Clique no banner abaixo e confira:

logo carsystem franquias

 

Novo golpe: venda de carros roubados pela Internet

privacy-policy-510733_1280

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de São Paulo anunciou a prisão de quatro pessoas suspeitas de venderem carros roubados e furtados pela Internet. De acordo com o os oficiais envolvidos na investigação, os veículos tinham placas e documentos falsos e eram disponibilizados em sites de e-commerce por valores menores do que aqueles praticados pelo mercado.

Uma vez que um cliente se mostrasse interessado em determinado carro, ele era convidado a vê-lo pessoalmente. Mulheres eram utilizadas para essa apresentação e, caso o negócio fosse fechado, entregavam os documentos frios ao comprador. Depois da efetuação do depósito, o carro era repassado ao pagador, e a fraude só era descoberta no momento de transferência da propriedade do veículo.

Depois de uma denúncia, o departamento passou a monitorar os movimentos dos suspeitos, prendendo uma das envolvidas no início de agosto e recuperando nove carros. A partir de então, obteve mais informações e deteve mais três envolvidos, além de conseguir reaver outros 11 veículos – totalizando 20.

Seja um franqueado Carsystem.  Clique no banner abaixo e saiba como:

logo carsystem franquias

Ladrões de Carros recebem encomendas por WhatsApp

 

whatsapp

Os bandidos estão cada vez mais ousados. Os “clientes” deles usam aplicativo para encomendar o tipo de veículo a ser roubado.

Um esquema de distribuição de peças clandestinas de veículos roubados ou furtados foi descoberto pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores, nesta semana, em Cuiabá. Há dois meses a Especializada investigava o envio de peças ilícitas para várias localidades do Estado de Mato Grosso.

De acordo com o delegado titular da DERRFVA, Wagner Bassi Junior,  denúncias chegaram a Delegacia informando sobre a facilidade de comprar de peças usadas de veículos. “Vínhamos notando que essas peças eram distribuídas, sem nota fiscal e controle, para todo o Estado e levadas sob encomenda por transportadoras em Vans”, explicou.

O comércio clandestino foi confirmado após a localização de uma casa com muros altos e portão fechado, no bairro Parque Geórgia,  onde os policiais se deparam com cerca 40 veículos, entre caminhonetes e automóveis,   cortados e desmanchados, todos com suspeitas de origem ilícita.

No local, os policiais prenderam um homem de 28 anos, por receptação qualificada, sem direito a fiança, por atividade comercial. Conforme as investigações, o suspeito receptava veículos, possivelmente roubados ou furtados, depois com ajuda de dois funcionários cortavam os carros com uso de maçaricos e retiravam todas as peças para revenda à pessoas que faziam as encomendas por telefone e via aplicativo WhatsApp.

O delegado Wagner Bassi destacou a dificuldade de fazer a identificação dos veículos, pois estão todos sem as plaquetas de numeração dos  chassis. “A maioria está sem o número de identificação. Algumas não vamos conseguir identificar, mas outras tem números secretos que a perícia consegue identificar”, disse o delegado.

Seja um Franqueado Carsystem.

Clique no Banner abaixo e saiba como:

logo carsystem franquias

 

 

Um carro é furtado ou roubado a cada 42 minutos em Porto Alegre – RS

Mais de 3 mil ataques foram registrados na capital em 2015

 

Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul apontam que um roubo ou furto de veículo é registrado a cada 42 minutos em Porto Alegre. O estudo leva em consideração os três primeiros meses do ano de 2015. Por dia, os criminosos atacam, em média, 33 carros na Capital. Entre primeiro de janeiro e 31 de março, foram registrados ataques contra 3028 veículos. No mesmo período de 2014, foram 2.527, o que denota um aumento de 16,5% nas ações. Um dos casos é o do comerciante Sidney Pires, que foi vítima de roubo no final do mês de fevereiro.

“Estava chegando em casa e fui abordado por dois homens. Eles renderam eu, minha mulher e minha filha e nos trancaram em um quarto. Fizeram a limpa na casa e na fuga, levaram meu carro”, afirmou.

O titular da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Porto Alegre, Luciano Peringuer, destacou que vários fatores podem ter levado ao aumento nas ações.

“Pode ser só uma questão de policiamento, mas outros fatores podem influenciar. Vamos averiguar os casos e trabalhar com a Brigada Militar para tentar evitar os ataques”, disse. Conforme o delegado, as áreas que mais registram furto e roubo de veículos são a zona norte de Porto Alegre, por conta da facilidade de fuga, e o bairro Petrópolis, por se tratar de uma área nobre e com grande circulação de veículos.

Fonte: Rádio Guaíba

Furto de veículos aumenta em Santos-SP e câmera flagra ladrão

O número de furtos de veículos aumentou 7% nos primeiros meses deste ano na Baixada Santista, segundo levantamento da secretaria de Segurança Pública do Estado. A cidade de Santos, no litoral de São Paulo, tem sido o principal alvo dos criminosos. Em menos de uma semana, pelo menos dois casos foram flagrados por câmeras de monitoramento.

Carro é furtado em plena luz do dia (Foto: Reprodução / Circuito de Monitoramento)                                                      Carro foi furtado na rua Guedes Coelho

Outra situação aconteceu durante o dia, quando um carro, estacionado na rua Guedes Coelho, no bairro da Encruzilhada. A ação leva menos de um minuto e, sem se intimidar com as pessoas que passam pela calçada, o suspeito ainda abre abre a porta do passageiro, depois o capô para disfarçar e sai com o carro em seguida.

Para o dono do veículo, que prefere não se identificar, o prejuízo é de pelo menos R$ 34 mil, o valor do carro. Ele não tinha seguro. “É horrível, né? Porque é um carro que eu já estou pagando faz quatro anos. Faltava um ano ainda pra pagar. Eu quero o carro de volta. Vou fazer o possível para encontrá-lo”, declara a vítima.

Somente na rua onde houve o furto, outras pessoas também tiveram seus veículos levados. “Já roubaram dois carros ali. Eu fiquei sabendo até pelos moradores. E ontem eu fui lá para pegar as gravações do prédio e estavam tentando roubar uma moto também”, acrescenta.

Veja o vídeo: http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2015/04/suspeito-ignora-fluxo-de-pessoas-e-furta-carro-em-santos-veja-o-video.html

FURTO DE VEÍCULOS EM SANTOS
CIDADE JAN FEV ANO TOTAL
Santos 101 134 2014 235
Santos 118 134 2015 252
Fonte: Secretaria de Segurança Pública SP

Fonte: G 1

Rastreador + Seguro é opção com melhor custo-benefício

ap035s6295

O Portal E-Konomista, especializado em finanças pessoais, publicou um post sobre as vantagens de se ter um rastreador veicular. Confira.

VANTAGENS DE TER UM RASTREADOR VEICULAR

O rastreador veicular e bloqueador, mesmo com a assistência de uma empresa, tem como finalidade, entre outras, localizar o seu veículo em caso de roubo ou furto, bloquear o seu funcionamento e recuperá-lo. A taxa de recuperação de veículos roubados ou furtados chega a quase 98%. 

Mais do que prometer a recuperação do veículo rastreado, o rastreador veicular também é um sistema de proteção para o motorista e para a família, principalmente se for um sistema assistido por uma empresa, no caso, os rastreadores com mensalidade.

 As empresas de rastreamento estão preparadas 24h por dia para atender chamadas de emergência e sinal de pânico, entrando em contato com a polícia e agilizando todo o processo de recuperação do veículo, mas também garantindo o máximo possível de segurança ao motorista, em caso de sequestro.

RASTREADOR VEICULAR OU SEGURO DE VEÍCULOS?

Em primeiro lugar, é preciso deixar claro que o rastreador veicular não substitui o seguro de veículos. Os dois são serviços que se complementam.

 Mas com o elevado índice de recuperação de veículos dos sistemas de rastreamento com mensalidade, muitas seguradoras de veículos oferecem descontos e preços mais baratos para os clientes que possuem rastreador veicular.

O ideal é tentar combinar os dois serviços para economizar.

Nota do blog: É aí que entra o novo produto CarSystem com seguro, que une a tecnologia do nosso rastreador, com a proteção do seguro da QBE, que indeniza pelo valor da tabela FIPE aos clientes com carros de 50 a 80 mil reais.

Ligue para a CarSystem e adquira o seu: 4003-5656.

Cidade da Grande SP é recordista em furto e roubo de veículos

Mogi das Cruzes: 112% de aumento nos casos de furto de veículos

Para frear os casos de furto de veículos, a Polícia Militar de Mogi das Cruzes redirecionou as ações de patrulhamento nos locais que mais apresentam índice de furtos. Estatísticas da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) indicam crescimento de 70% na região do alto Tietê na comparação entre janeiro de 2014 e janeiro deste ano.

Em Mogi das Cruzes, os bolsões de estacionamento próximo ao Terminal Estudantes e ao shopping, além da região central como um todo, são os locais que mais requerem cuidados.

Mesmo assim Letícia Lourenço teve objetos furtados do interior de seu carro duas vezes, em menos de um mês. “Primeiro foi no final de dezembro, no dia 29. Arrombaram a porta, abriram o porta-malas e levaram o estepe. No fim de janeiro levaram o rádio.”

L noite, às 19h, quando eu cheguei,” conta acrescentando que não registrou o boletim de ocorrência.

O carro do aposentado Jurandir Leite foi levado depois de ter sido estacionado em frente à casa do seu filho, na Vila Jundiaí. Desde o dia 16 de fevereiro ele não teve mais informações da polícia após registrar o boletim de ocorrência.

Crescimento dos furtos
Itaquaquecetuba é a cidade que mais teve aumento: 442%. Mogi das Cruzes segue em segundo lugar, com um aumento de 112%. Entre outros fatores, a Polícia Militar credita o crescimento do crime ao aumento da frota de veículos. “Há uma série de fatores que interferem nesses números. Houve o aumento no número de veículos licenciados, por exemplo. O Estado de São Paulo como um todo teve este crescimento. Agregado a isso, a facilidade do financiamento estimulou que mais pessoas comprassem carros,” explica a capitã do 17º Batalhão da PM Lígia Alves.

A cidade de Itaquaquecetuba registrou um aumento de 259% em sua frota ente os anos de 2003 e 2012. No ano de 2014 a cidade contava com 100 mil veículos, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional de Trânsito. Mogi também registrou o aumento de 102% no período em estudo. Em 2014, a cidade tinha frota de 205 mil veículos.

 

7 Dicas de ouro para não ter o carro roubado no Carnaval

O Carnaval é tradicionalmente um período com maior incidência de furtos e roubos de veículos.

O Blog Oficial da Carsystem  mostra 7 dicas para evitar que os dias de folia se transformem em dias de tensão. Embora algumas dicas de segurança pareçam um pouco repetitivas, costumam ser muito descuidadas pelos proprietários de veículos, o que facilita a vida dos assaltantes. As orientações são do diretor executivo da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), Neival Rodrigues Freitas.

 

 1) Escolha do local para estacionar

Deixar o veículo em um estacionamento fechado sempre é melhor escolha para evitar surpresas desagradáveis. “Entretanto — se isso não for possível e o veículo tiver que ficar na rua — procure locais com muito movimento, que tenham câmeras de segurança nos prédios próximos ou com vigias em lojas comerciais, o que pode inibir a ação do ladrão”, orientou Freitas.

 2) Objetos dentro do veículo

Outra dica bastante importante, segundo o diretor executivo da FenSeg, é quanto aos objetos. “Ao estacionar o veículo, não deixe nada à vista no carro. Não deixe pacotes, roupas, documentos, enfim, nada que possa chamar a atenção dos assaltantes. Caso seja inevitável deixar os objetos dentro do carro, procure colocá-los no porta-malas. Lembrando que isso deve ser feito antes de estacionar no destino em que irá parar. Caso contrário, pode atrair a atenção de um criminoso, que saberá que há algo de valor dentro do carro”, observou.

 3) Documentos dentro do carro

Freitas também lembra quanto aos documentos. “Deve-se evitar que fique no carro qualquer tipo de documento. Porque caso esse veículo seja furtado — havendo nele boletos bancários, cartões e correspondências que te identifique ou que identifique o local em que você mora —, você pode se tornar alvo de sequestro ou receber ligações ameaçadoras, de modo que o ladrão venha a te extorquir algo. Sem contar que, em posse dos documentos, os ladrões podem ter mais acesso para vender e usar seu carro”, aconselhou.

4) Dispositivos de segurança

Segundo Freitas, é importante que o veículo sempre tenha um dispositivo de segurança que fique à mostra, para que as pessoas percebam que o carro está trancado. “Isso dará mais trabalho para furtar do que o outro carro, que não tenha dispositivo de segurança. Normalmente o ladrão age querendo levar o menor tempo possível para subtrair aquele veículo. Então se tem dois veículos, um com tranca à mostra e outro sem a tranca, provavelmente o ladrão vai procurar aquele que aparentemente dará menos trabalho”, disse.

 5) Chave

O diretor executivo da FenSeg ainda recomenda para que os condutores procurem não deixar a chave do carro com manobristas, flanelinhas e lavadores. “Isso porque eles podem levar o carro, ou pior, fazer uma cópia da chave do carro e em outra oportunidade eles conseguirem roubar o carro. Por isso, se você for lavar o carro, por exemplo, tente acompanhar a lavagem e não deixar a chave”, recomendou.

 6) Semáforos

Quando parar em um semáforo, Freitas recomenda para que os condutores mantenham-se distantes dos veículos da frente. “Procure não ficar ‘colado’ no carro da frente, que limita ação. Assim, se você ficar inseguro, percebendo que alguém está chegando perto de você, terá tempo de desviar e ir embora. Caso contrário, não poderá ter esse tipo de ação”, aconselhou.

Além disso, quando possível, apenas reduza a velocidade ao se aproximar do semáforo, sem parar o veículo por completo e mantenha a primeira marcha engatada. Com isso, caso um ladrão se aproxime, você conseguirá avançar com mais facilidade.

7) Garagem

Freitas ainda alerta aos proprietários ao chegarem em suas casas. “Antes de entrar na garagem, observe se há alguém na rua, nas calçadas e nas esquinas. Se não tiver alguém parado, com atitude estranha, só assim entre na garagem. Caso note alguma pessoa com comportamento suspeito, dê mais uma volta e informe a polícia”, concluiu.

 

Um a cada dois furtos ou roubos de veículos ocorre à noite. Madrugada é período mais tranquilo

 

Segundo pesquisa, 52% dos roubos e furtos ocorrem entre 18h e 0h

Um estudo encomendado por duas das maiores seguradoras do país, a Banco do Brasil Seguros e a Mapfre mostra que  os índices de roubo (com ameaça ou ação violenta) e furtos de carros são maiores à noite (18h à meia-noite).

Ao contrário do que se pensa, o levantamento aponta que a madrugada (0h a 6h) é o período em que há menos ocorrências — mesmo com carros “dormindo” nas ruas e muitas pessoas dirigindo sozinhas. O levantamento, que considera os sinistros registrados em 2014 pelos clientes das duas seguradoras em todo o território nacional, mostra que mais da metade dos crimes, 52%, ocorreu entre 18h e 0h. A madrugada foi palco de apenas 8%. O período da tarde (12 às 18 horas) é o segundo mais perigoso, com 22% das ocorrências, seguido manhã (6 às 12 horas), com 18% das ocorrências.

POR REGIÃO

Ainda de acordo com o estudo das seguradoras, 64,2% dos roubos/furtos em 2014 aconteceram na região Sudeste. Em seguida vem o Sul, com 14%. Nordeste e Centro-Oeste concentraram, respectivamente, 10% e 9% dos casos, enquanto o Norte teve apenas 2,8%.

Embora haja relação entre esses percentuais e o tamanho da frota de cada região, também foi no Sudeste que, sempre segundo a pesquisa, houve maior frequência de roubo/furto a cada 100 automóveis circulantes: 1,21. O Sul, por exemplo, caiu para quarto nesse quesito, registrando 0,68, atrás de Centro-Oeste (0,75) e Nordeste (0,71). Já a média nacional ficou em 0,96 carro roubado/furtado para cada 100 nas ruas.