Arquivos do Blog

Das 5 ruas com mais roubos de veículos, 4 ficam na Zona Leste de SP

Resultado de imagem para estacão metro vila matilde

Rua Alvinópolis fica ao lado da estação Vila Matilde

Das 5 vias com maior número de furto e roubo de veículos em São Paulo, 4 ficam na Zona Leste da cidade.

A Rua Alvinópolis, em São Miguel Paulista, registra uma média de 11 ocorrências por mês. O local tem algo em comum com outros logradouros com grande número de assaltos de veículos: fica ao lado de estações do metrô ou da CPTM (no caso, entre as estações Vila Matilde e Penha).

Os motoristas pegam o metrô ou o trem para trabalhar e deixam seus carros na rua durante todo o dia, para retirá-los à noite. Nem sempre encontram o carro ou a moto no local.

As Avenidas São Miguel, Mateo Bei e Sapopemba completam as vias mais perigosas da zona leste.

A Avenida Octalles Marcondes Ferreira, ao lado da Estação Jurubatuba, da CPTM, na zona sul, completa a lista.

Proteja-se com Carsysytem. Adquira o seu rastreador no site: http://www.carsystem.com/blog/

Furtos e Roubos de veículos disparam no ABC paulista

 

A mais recente estatística da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo aponta aumento dos casos de furto e roubo de veículos na região do ABC.

De junho para julho, o número de ocorrências de roubo de carros saltou de 830 para 925, um aumento de 11,45% em relação ao mês anterior. As maiores altas foram em Santo André (19,91%), com 277 ocorrências; Diadema (18,43%), com 257; e São Bernardo (8,45%), que teve 231 registros.

No caso de furto de veículos, Santo André ficou em primeiro lugar com 403 ocorrências registradas, um aumento de 37 casos em relação a junho. Em segundo lugar está São Bernardo com 195 ocorrências, 19 a mais que junho. Rio Grande da Serra teve dois  casos, fato preocupante porque em junho não houve registro. Mauá apresentou 157 ocorrências, enquanto Diadema teve 86 casos, São Caetano, 38 e Ribeirão Pires 23 casos.

Serviço de inteligência

O delegado Aldo Galiano Júnior explica que em período de férias os registros de roubos aumentam, o que pode explicar os números elevados de julho. Além disso, ele conta que colocará em prática trabalho de inteligência, serviço que filtrará apenas os crimes ocorridos, de fato, no município. “Esse registro dos boletins locais já começou em São Caetano, por isso a cidade registra baixos índices criminais. Vamos iniciar agora em São Bernardo, para que os resultados não tenham distorção”, afirma o delegado ao contar que São Bernardo e Diadema têm sido prejudicados pela falta da filtragem.

A Carsystem protege seu veículo!

Acesse o link abaixo e instale o melhor rastreador do mercado:

http://www.carsystem.com/blog/

Cliente Carsystem recupera moto em 20 minutos

moto alisson carsystem

CB300 de Alisson foi recuperada intacta

O susto se transformou em alívio para o Técnico em Informática, Alisson Nogueira da Silva.

Numa segunda-feira aparentemente tranquila, em São Paulo, ele estacionou sua moto por volta das 18:30h, na região da Praça da Árvore, zona sul de São Paulo. Cliente da Carsystem, Alisson recebeu um alerta do aplicativo antifurto que a empresa disponibiliza, indicando que sua moto poderia estar sendo furtada.

“Saí na rua e vi minha moto passando em alta velocidade, pilotada pelo ladrão”, lembra.

Rapidamente, ele ligou para a Central de Monitoramento da Carsystem. Em menos de vinte minutos, a empresa lhe deu a ótima notícia. Sua moto havia sido localizada a apenas 800 metros do local do furto.

Além do rastreamento ser rápido e preciso, Alisson acredita que o aplicativo antifurto da Carsystem foi decisivo para a recuperação da moto: “A moto estava estacionada enquanto eu trabalhava. Sem o alerta pelo celular, eu só saberia do furto quando saísse do trabalho. O aplicativo me avisou na hora em que moto foi roubada. Fiquei tranquilo, pois sabia que com o rastreador Carsystem minha moto seria recuperada”.

São casos como o de Alisson que dão ânimo para que a Carsystem prossiga sua missão de poupar vidas e proteger o patrimônio de seus clientes.

Faça como o Alisson. Seja um cliente Carsystem. Acesse o link abaixo e saiba como:

http://www.carsystem.com/blog/

 

Reagir em caso de assalto põe em risco a vida da vítima

burglar 2

Policiais e especialistas em segurança aconselham que a vítima nunca reaja a um assalto. Quando o alvo do ladrão é o carro ou moto da vítima, saber-se protegido pode ser a diferença entre reagir ou não reagir; entre a vida e a morte.

Quem está protegido com o rastreador Carsystem sabe que seu veículo tem grande chance de ser recuperado e não parte para o confronto com o bandido.

Um motorista de São Vicente, São Paulo, cujo veículo não tinha seguro, nem rastreador, resolveu reagir e se deu mal. Ladrões armados se aproximaram do veículo estacionado e ao anunciarem o roubo, a vítima reagiu e foi baleada no abdômen. O veículo, que apresentava várias marcas de tiros e um dos vidros quebrados, foi, então, roubado pelos ladrões e abandonado duas quadras depois, sendo recuperado pelas autoridades. Os bandidos fugiram.

A vítima baleada foi encaminhada para o Hospital Municipal de São Vicente, onde passou por cirurgia. O caso foi registrado na Delegacia Sede da Cidade, que o investigará.

Em caso de assalto, não reaja! Proteja-se com Carsystem!

 Acesse o site: http://www.carsystem.com/blog/

Confira dicas de segurança para sua viagem de férias

road-trip-925859_1280
Veja como deixar o trajeto da sua viagem mais segura nas férias em família: 

– Dirija com os vidros fechados, usando o sistema interno de ventilação e portas travadas;

– Não deixe os seus documentos no porta-luvas;

– Evite também deixar à mostra (ou mesmo sob os bancos) embrulhos, pastas e bolsas – o ideal é colocá-los no porta-malas do carro;

– No carro, não deixe adesivos, placas ou crachás que identifiquem o local onde você mora ou costuma frequentar;

– Ao parar nos semáforos, fique atento ao retrovisor de seu carro e mantenha o veículo engatado em 1ª marcha e distante do carro da frente o suficiente para arrancar, em caso de emergência;

– Evite atividades que tirem sua atenção do ambiente ao seu redor quando estiver parado (exemplo: maquiar-se, falar ao celular, ler jornal, etc);

– Se for fumante, não fume parado no trânsito e muito menos com a janela aberta, pois essa conduta facilita a ação de criminosos;

– Se perceber perseguição por outro veículo, procure agir com naturalidade e dirija-se para ruas movimentadas;

– Ocorrendo uma leve colisão na traseira do seu veículo e você desconfiar de algo, dirija-se até um local movimentado e procure uma viatura ou posto policial;

– Evite ostentar o uso de joias, celulares, câmeras digitais, notebooks ou tablets;

– Atente, ao chegar ou sair de casa, para a presença de estranhos nas imediações;

– Jamais dê carona a estranhos e não pare para auxiliar outros motoristas em locais ermos e horário avançado;

– Procure não transportar valores em seu carro quando estiver desacompanhado (a);

– Se um dos pneus furar sem motivo aparente, não pare no primeiro momento, procure um lugar seguro para efetuar a troca;

– Evite deixar seu carro estacionado na rua, principalmente durante a madrugada;

– Desligue o carro, retire a chave do contato e tranque o veículo ao estacionar, mesmo que por poucos minutos;

– Procure estacionar em ruas iluminadas e próximo a locais vigiados dia e noite;

– Evite namorar dentro do carro, principalmente à noite e em lugares desertos;

– Não pare para discutir “fechadas” ou “batidinhas”. É comum que ladrões provoquem isso, só para assaltar.

 ATENÇÃO: Cuidado com falsos mecânicos, sempre solícitos, que aparecem “milagrosamente” para ajudá-lo em locais ermos, tão logo seu carro entre em pane. Sinalize seu carro e peça apoio para a primeira viatura de polícia que cruzar por você.

Fonte: Grupo G . R

Confira dicas para evitar que roubem sua moto

motorcycle-312405_640 (1)

O Blog Carsystem quer que você e sua moto estejam em segurança. Veja estas dicas importantes de Luis Sucupira, do portal Moto on Line :

1. Nunca se esqueça de travar o guidão; esta é a medida mais básica e que não exige esforço nenhum, mas muitas vezes é esquecida. Com a moto desligada, mas sem a o guidão travado, qualquer um a pode levar sua moto empurrando.

2. Lembre-se de retirar as chaves! Tem muita gente que desce da moto e acha que por estar bem perto dela ninguém vai mexer. Isso sem falar nos esquecidos de plantão. É muito comum estacionar a moto, retirar as chaves da ignição, abrir o compartimento traseiro para guardar as luvas ou retirar a carteira e esquecer as chaves ali. Não existe nada melhor do que isso para facilitar o trabalho dos ladrões.

3. Quando sair à noite e deixar sua moto estacionada na rua, mantenha sempre um olho na sua moto. Certifique-se, de vez em quando, se tem gente rondando sua moto. Quando voltar para casa fique de olho em veículos suspeitos que possam estar te seguindo. Se perceber algo estranho siga para uma delegacia mais próxima ou posto da PM. Comunique o fato e espere um pouco para voltar a rodar. E faça um caminho diferente.

4. Procure sempre guardar a moto em garagem (ainda que por pouco tempo). Fica mais protegida e evita atrair olhares alheios. Use  equipamento anti-roubo e cubra a moto com uma capa. Se não tiver alternativa que não seja deixá-la na rua, tome todas as precauções possíveis. Uma dica é remover ou desligar o sensor que fica na embreagem e que só liga a moto se o manete for acionado. Um amigo meu quase teve a moto roubada e não aconteceu por que na pressa, os ladrões não se tocaram disso e, logo em seguida, desistiram de tentar levar a moto.

Outra dica é nunca andar na cidade com tanque cheio. Alarmes com sensores de proximidade devem ser regulados para dar tempo de você se esconder dos ladrões. Dois minutos são o bastante para que a moto corte a ignição, isso vai dar tempo de você procurar um local seguro e chamar a polícia. Nunca vá você sozinho atrás da sua moto. Espere a ajuda da polícia.

5. Alarmes, cadeados, correntes e outros equipamentos para evitar o roubo da sua moto são sempre muito bem vindos.

6. Sempre que viajar e tiver de deixar a moto na rua, como num hotel, procure sempre uma zona com câmeras de vigilância. Se puder, ao fazer sua reserva, pergunte se existe estacionamento coberto e interno para motos. Se não existir, procure outro hotel. Ou vá de carro. Não vale a pena arriscar.

7. Tenha cuidado ao revelar informações que possam levar à descobrirem o seu endereço, especialmente na internet. Hoje em dia a participação em fóruns é muito comum e muitas vezes não lembramos que nunca sabemos quem está no outro lado. Com a febre dos vídeos dos últimos tempos, é muito frequente, por exemplo, ver  posts de vídeos onde os mesmos iniciam ou terminam na casa do motociclista. É sopa no mel. Você ensina ao ladrão o caminho para ele chegar na sua casa. Já pensou nisso?

8. Se for vender a moto seja muito cauteloso com o possível comprador. Muitos roubos têm origem em falsos compradores com identidades falsas. Meu pai perdeu uma moto assim. Era uma 50cc, mas era uma moto. Procure obter o máximo de informação possível sobre a pessoa em questão. Apenas mude o registro de propriedade depois de ter o dinheiro na mão ou a confirmação do banco de que já está na sua conta. Nada de voltas de teste para quem não conhece. Perca o negócio, mas não perca a moto.

E o mais importante: Nunca reaja a um assalto. Não arranque com a moto. Com um rastreador Carsystem você fica tranquilo e recupera sua moto.

Seja um franqueado Carsystem. Clique no banner abaixo e confira:

logo carsystem franquias

 

Um a cada dois furtos ou roubos de veículos ocorre à noite. Madrugada é período mais tranquilo

 

Segundo pesquisa, 52% dos roubos e furtos ocorrem entre 18h e 0h

Um estudo encomendado por duas das maiores seguradoras do país, a Banco do Brasil Seguros e a Mapfre mostra que  os índices de roubo (com ameaça ou ação violenta) e furtos de carros são maiores à noite (18h à meia-noite).

Ao contrário do que se pensa, o levantamento aponta que a madrugada (0h a 6h) é o período em que há menos ocorrências — mesmo com carros “dormindo” nas ruas e muitas pessoas dirigindo sozinhas. O levantamento, que considera os sinistros registrados em 2014 pelos clientes das duas seguradoras em todo o território nacional, mostra que mais da metade dos crimes, 52%, ocorreu entre 18h e 0h. A madrugada foi palco de apenas 8%. O período da tarde (12 às 18 horas) é o segundo mais perigoso, com 22% das ocorrências, seguido manhã (6 às 12 horas), com 18% das ocorrências.

POR REGIÃO

Ainda de acordo com o estudo das seguradoras, 64,2% dos roubos/furtos em 2014 aconteceram na região Sudeste. Em seguida vem o Sul, com 14%. Nordeste e Centro-Oeste concentraram, respectivamente, 10% e 9% dos casos, enquanto o Norte teve apenas 2,8%.

Embora haja relação entre esses percentuais e o tamanho da frota de cada região, também foi no Sudeste que, sempre segundo a pesquisa, houve maior frequência de roubo/furto a cada 100 automóveis circulantes: 1,21. O Sul, por exemplo, caiu para quarto nesse quesito, registrando 0,68, atrás de Centro-Oeste (0,75) e Nordeste (0,71). Já a média nacional ficou em 0,96 carro roubado/furtado para cada 100 nas ruas.

SBT Brasil mostra Car System como aliada dos motociclistas

O telejornal SBT Brasil exibiu uma série de reportagens sobre roubos de motos em São Paulo.

Foram abordados aspectos como o medo dos motociclistas, a queda nas vendas e o altíssimo preço do seguro.

A matéria mostrou o livre comércio de peças de origem duvidosa, no Centro de São Paulo, onde é possível encontrar componentes de motos de todos os tipos, das populares às importadas.

Isso faz com que as seguradoras não aceitem fazer apólices para vários modelos de motocicletas.

O rastreamento torna-se a principal forma de proteção para os donos de motos.

O presidente da Car System, José Melo, foi um dos entrevistados. Assista:

http://www.sbt.com.br/jornalismo/noticias/46387/Roubo-de-motos-atrapalha-mercado.html#.VGJbIvnF9cx

 

 

Andar de moto, na zona leste, às sextas-feiras, é situação de maior perigo em SP

A CARSYSTEM, líder nacional em rastreamento e bloqueio de veículos, elabora mensalmente um levantamento de furto e roubo na região metropolitana de São Paulo.

A estatística é baseada nas ocorrências geradas na base dos cerca de 150 mil veículos que contam com o equipamento da empresa.

Os dados de agosto apontam dados interessantes, que servem de parâmetro para todos os proprietários de motos, automóveis e utilitários.

O primeiro apontamento que chama a atenção é que 72% das ocorrências na grande São Paulo são de roubos à mão armada, enquanto 28% são de furtos (quando o crime ocorre na ausência do motorista).

Outro dado importante: a Zona Leste de São Paulo lidera, com folga, o índice de furtos e roubos de veículos na capital paulista.

Em agosto, a região respondeu por 43% do total de casos na cidade, seguida pelas zonas Sul, com 23%; Oeste, com 20% e Norte, com 10%. Contrariando a percepção de que o Centro da cidade seria uma região violenta, a área foi a que teve menor índice de sinistros: apenas 4% dos casos.

Os motociclistas são os alvos preferidos dos ladrões.

Oito em cada dez casos de furtos e roubos em São Paulo envolvem motos (82% dos casos), seguido de carros, com 15% e utilitários com 3% do total.

Domingo e sexta-feira, com 17% do total de casos cada um, foram os dias da semana em agosto com o maior número de ocorrências;  segunda-feira o dia com menos assaltos: 11% do total.

10 dicas de ouro para proteger sua moto dos ladrões

A motocicleta é um dos bens mais roubados e furtados no Brasil. Veja as 10 regras de ouro para se proteger e não ser vítima dos ladrões.

1) Evite ao máximo rodar com sua moto à noite, principalmente nas chamadas “altas horas”. A incidência de crimes nesses horários é praticamente o dobro.

2) Pilote concentrado, atento ao movimento de pedestres e de outras motos, principalmente as que têm dois ocupantes. Os ladrões preferem as vítimas que estejam distraídas.

3) Não estacione sua moto em ruas desertas, ermas ou escuras. Opte por parar em rua mais movimentada, mesmo que seja mais distante do local aonde você vai.

4) Esteja sempre atento ao retrovisor, para visualizar com antecedência motos suspeitas, com dois ocupantes. Se desconfiar, não hesite em parar em local seguro, como um posto de gasolina, por exemplo.

5) Na garagem, sempre esconda sua moto da visão dos transeuntes. Se isso não for possível, cubra-a com capa.

6) Nos finais de semana os ladrões também agem. Sempre que possível, organize passeios em grupo. Isso protege a todos, já que é muito raro que o assalto a grupos de motociclistas.

7) Seja discreto. Capacetes e trajes caros e chamativos aumentam a chance de o ladrão “perceber” o que você pilota.

8) Varie os seus caminhos. Fazer sempre o mesmo trajeto faz com que o ladrão mapeie o melhor trecho e horário para praticar o assalto.

9) Se o assalto for anunciado, não reaja. A maior parte das vítimas fatais em casos de roubo tentou reagir.

10) Instale um bloqueador ou rastreador Carsystem. Você terá grande chance de recuperar sua moto em caso de furto ou roubo e, se o assalto ocorrer, ficará mais tranquilo com essa possibilidade.