Arquivos do Blog

5 perguntas que revelam o risco de ter sua moto roubada

biker-407123_1280

  1. Você circula com frequência por rodovias e/ou no centro de sua cidade?
  2. Quando trafega, você ignora as demais motos ao seu redor?
  3. Você costuma estacionar na rua?
  4. Ao chegar em casa, você desce da moto para abrir o portão?
  5. Você costuma viajar à noite?

Quanto maior for o número de respostas “sim” a essas perguntas, maior o risco de você       ser roubado.

Saiba os motivos:

  1. As rodovias, principalmente nos trechos de chegada às principais cidades, são alvo dos ladrões. Os Centros velhos das grandes cidades, também. Se, por qualquer motivo, você precisa transitar por esses locais, tenha cuidado redobrado.
  2. Com os altos índices de roubo a moto verificados no Brasil, não dá para andar distraído. Fique atento às motos que estão ao seu redor, principalmente àquelas com dois ocupantes. Quase sempre os roubos ocorrem com ladrões agindo em dupla.
  3. Sempre que possível, vale a pena gastar um pouco e deixar a moto no estacionamento. Às vezes para economizar alguns reais, muita gente estaciona na rua e acaba tendo prejuízo bem maior.
  4. A chegada em casa é sempre situação de risco. Vale a pena dar uma volta no quarteirão e verificar se há algum suspeito. Além disso, se puder, invista na automatização do portão, que pode ser aberto à distância, sem a necessidade de descer da moto.
  5. Sempre que possível, planeje sua viagem de modo a trafegar sempre durante o dia. A combinação estrada-noite significa mais riscos de assalto

Mas a principal dica é proteger sua moto com o rastreador Carsystem. Se mesmo  tomando esses cuidados, você for furtado ou assaltado, você conta com a empresa que tem os melhores índices de recuperação do mercado. Além disso, com o Carsystem Plus você não fica no prejuízo, já que a empresa compra a documentação de sua moto*

Adquira já o seu Carsystem em condições especiais no site:

 http://www.carsystem.com/blog/

*Conforme contrato

 

 

Veja 5 bons motivos para ter um rastreador veicular

five-1426662_1280

Para quem tem carro ou moto e vive no Brasil, país com altos índices de criminalidade, o rastreador veicular é um grande aliado.

Veja os principais motivos para ter um rastreador Carsystem:

  1. Fácil localização do veículo

Através da tecnologia de localização via GPS (Global Positioning System), a Carsystem consegue localizar e dar as coordenadas do local onde está o veículo, em tempo real.

     2. Aparelho é invisível para o ladrão

O aparelho é instalado em local desconhecido até mesmo para o motorista. Isso quer dizer que, em caso de assalto, o ladrão não tem como saber se o veículo tem rastreador.

    3. Agilidade na recuperação do veículo

Em caso de furto ou roubo, o cliente é orientado a ligar o mais rápido possível para a Central de Monitoramento da Carsystem. Imediatamente, o veículo é bloqueado e localizado. Então, entra em cena a equipe especializada na recuperação do veículo, que vai até o local onde está está o carro ou a moto.

4. Tranquilidade para o motorista ou motociclista em caso de assalto

Os especialistas em segurança afirmam que a vítima não deve reagir em caso de assalto. Muita gente parte para o confronto com os ladrões por saber que o veículo não tem seguro ou rastreador. Relatos de clientes da Carsystem mostram que, ao ser anunciado o assalto, eles não reagiram e se mantiveram calmos por saber que seu veículo seria localizado. Não arriscaram a vida.

    5. Seguro mais barato

Ter um rastreado significa fazer apólices de seguro muito mais baratas. As seguradoras sabem que com o equipamento é mais bem mais fácil recuperar o veículo. Há, inclusive modalidades de seguro atreladas ao rastreador, como o Carsystem com Seguro.

Adquira o seu Carsystem no site: http://www.carsystem.com/blog/

 

Confira os 10 mandamentos da viagem segura

street-238458_1280

Muita gente aproveita o período de férias para viajar. Mas não basta ligar o carro ou a moto, pôr combustível, e pegar a estrada. É preciso levar em conta os dez mandamentos da viagem segura. Confira:

     1. Verificar se a manutenção do veículo está em dia

Não deixe de cumprir os prazos de manutenção que constam no manual do proprietário. Nele você encontra as quilometragens indicadas para a revisão dos itens que asseguram o bom funcionamento, economia de combustível e as condições adequadas do veículo. Sistema de freios, direção, motorização, iluminação, arrefecimento, ventilação, desgaste dos pneus, alinhamento e balanceamento são algumas das verificações periódicas obrigatórias.

  1. Ter todas as luzes funcionando perfeitamente

Ver e ser visto está entre as regras básicas de segurança no trânsito. Portanto, vale a pena ter certeza de que todas as lâmpadas externas (faróis, lanternas, luzes de freio, sinalizadores de direção, de marcha ré e da placa de licença) estão funcionando, pois elas são fundamentais para a segurança, especialmente em trajetos com condições de visibilidade precária, como neblina em trechos de serra.

  1. Planejar o trajeto que vai fazer antes de sair

Planejar a viagem é outro passou importante para evitar imprevistos indesejáveis. Então, antes de pegar estrada, verifique se existem postos de abastecimento e restaurantes no seu trajeto. Ao parar para abastecer, cheque o nível do óleo do motor e a calibragem dos pneus sempre que possível. É recomendável ainda que o condutor faça uma parada a cada 90 minutos para movimentar os músculos. Isso ajuda a evitar os desconfortos da fadiga.

  1. Manter os pneus bem calibrados

Não se esqueça de calibrar os pneus, inclusive o estepe. Os pneus devem ser calibrados ainda frios, portanto pare no posto mais próximo da sua casa e não após rodagens longas. A uniformidade do desgaste também deve ser sempre conferida. Se houver algum tipo de irregularidade, elas podem indicar a necessidade de alinhamento do sistema de direção ou até mesmo a troca.

     5. Seguir  os procedimentos básicos de segurança

Se a viagem for de moto, já prepare os equipamentos de segurança: capacete, calças e jaquetas confeccionadas em tecido grosso ou couro, calçados fechados e luvas. O capacete precisa estar dentro do prazo de validade. A viseira também exige atenção, pois precisa estar sempre limpa e sem riscos para não prejudicar a pilotagem em dias chuvosos e à noite. Roupas de cor clara facilitam a visão de outros motociclistas, principalmente no período noturno.

  1. Manter em dia os fluidos e equipamentos

No caso de ir de carro, outra recomendação é não deixar de levar ferramentas e o triângulo de segurança no porta-malas do automóvel, além de checar, antes da partida, a validade do extintor de incêndio e a calibragem do estepe. Aconselha-se também inspecionar o nível do óleo e outros fluidos, como do arrefecimento, lavador do para-brisa, freios, direção hidráulica e da transmissão automática, se o veículo contar com esse tipo de equipamento.

     7 .Respeitar os limites de velocidade

Não apenas não se deve dirigir acima dos limites permitidos por lei, mas também é recomendável dar uma tirada de pé no caso de tempo chuvoso.

Diminuir a velocidade de 100 km/h para 80 km/h, por exemplo, reduz o espaço de frenagem em mais de 15 metros, uma distância equivalente a mais de três carros e que pode ser essencial na hora de evitar um acidente.

    8.Manter distância do veículo à frente

Nem pense em colar na traseira dos outros carros. Use a a regra dos três segundos como parâmetro: Quando o veículo da frente passar por um poste ou árvore, comece a contar “1,2,3”. Caso você passe pela mesma árvore antes da contagem atingir o três, você está perto demais. Em caso de pista molhada, essa contagem deve ser aumentada para ajudar no tempo de frenagem.

  9. Não fazer ultrapassagens arriscadas

Jamais ultrapasse pela direita e sempre utilize as setas para mostrar sua intenção para outros motoristas e evitar uma fechada. Em vias de mão dupla, respeite a indicação da faixa de divisão, elas estão lá para avisar onde é o local mais seguro. Mesmo seguindo essas dicas, certifique-se do mais importante: somente ultrapasse caso você se sinta seguro.

  10.Acomodar bem as bagagens

Em um acidente, um objeto solto na cabine tem seu peso multiplicado 25 vezes quando arremessado. Por isso leve as bagagens apenas no porta-malas. Evite sobrecarregar o carro. O peso extra faz com que o tempo de frenagem seja maior e a aceleração seja menor (risco nas ultrapassagens).

Fonte: Carros – iG @ http://carros.ig.com.br/2016-12-19/viagem-de-ferias.html

Adquira o seu rastreador Carsysytem. Acesse: http://www.carsystem.com/blog/

Brasileiro da Swat faz parceria de sucesso com a Carsystem

marcosdoval-3

Marcos do Val, instrutor da Special Weapons And Tactics, a Swat, grupo de elite da polícia dos EUA, tornou-se parceiro da Carsystem.

Procurando a melhor maneira de proteger sua moto, Marcos conheceu a sede da nossa empresa em São Paulo para conferir de perto o nosso trabalho. Ele ficou impressionado com a estrutura e o profissionalismo da Carsystem e recomendou nossos serviços aos seus milhares de seguidores nas redes sociais, com uma promoção especial.

Em apenas uma semana, quase 100 mil pessoas acessaram o hot site, com centenas de interessados em adquirir o melhor rastreador do mercado.

Marcos do Val está feliz com os resultados. “A segurança é a razão de ser da minha profissão. Nesse sentido, é gratificante indicar a Carsystem aos meus seguidores. A empresa oferece proteção a carros e motos, com preços acessíveis a todos”, explica.

Para adquirir seu Carsystem acesse o site da parceria com Marcos do Val:

http://www.carsystemafiliados.com.br/marcos-do-val